Contrapelo


“Nunca há um documento da cultura que não seja, ao mesmo tempo, um documento da barbárie. E, assim como ele não está livre da barbárie, assim também não o está o processo de sua transmissão, transmissão na qual ele passou de um vencedor a outro. Por isso, o materialista histórico, na medida do possível, se afasta dessa transmissão. Ele considera como sua tarefa escovar a história a contrapelo.”

Walter Benjamin, As teses sobre o conceito de história (1940).

O caderno de estudos Contrapelo insere-se no contexto de surgimento de coletivos teatrais que frequentemente unem arte e política, e que priorizam a redefinição do modo e das relações de produção no trabalho de criação, a investigação  estética continuada e o estreitamento das relações com movimentos sociais.

Nosso grupo, nascido em 1996, produziu montagens teatrais, leituras dramáticas e um documentário; organizou debates, seminários, ciclos de filmes e encontros multiartísticos; viajou pelo país e se apresentou em teatros, praças, galpões, sindicatos, assentamentos, faculdades…, mas ainda não tinha sistematizado parte do pensamento que orienta sua trajetória. Contrapelo começa a cumprir este papel, tentando contribuir com a discussão crítica sobre arte e política, no Brasil e no mundo.

Não é fortuito que Contrapelo seja um “caderno de estudos” e não uma “revista”. Há tanta coisa por fazer – porque há tanta injustiça e desumanidade, mas também tantas possibilidades – que precisamos estudar, e muito, para mudar o que precisa ser mudado. Ao mesmo tempo, como indicam os dossiês incluídos nas publicações, já estamos com a mão na massa. Porque o mundo, e nós mesmos, não estamos prontos.

Conheça a Contrapelo:

Festa&Ideias


Festa&ideias é um evento que reúne coletivos artísticos e movimentos sociais.

A Kiwi Cia de Teatro encerra mais um ciclo de trabalhos e vem comemorar aqui, no Al Janiah. Momento de alegria revolucionária que nos mantêm vivos e em alerta.

Teremos intervenções da Cia Antropofágica, Companhia Estudo de Cena, @Grupo Xingó, Coletivo Tela Suja Filmes, @Memória Viva, Coletivo Perifatividade, Cordão da Mentira, Priscila Toscano, Elaine Guimarães, entre outroas.

Também lançaremos o terceiro número da nossa revista de arte e políticaContrapelo (com artigos de Isabel Loureiro e Douglas Estevam e uma homenagem aos 50 anos do TUOV!) e distribuiremos a tradicional caipirinha de Kiwi.

Tudo isso será possível por conta do apoio dos nossos camaradas palestinos do Centro Cultural Al Janiah e da nossa (tão maltratada) Lei de Fomento ao Teatro para a cidade de São Paulo.

Próxima edição:

02 de dezembro de 2017
21h às 04h
Centro Cultural Al Janiah
rua Rui Barbosa, 269
https://www.facebook.com/events/301811203558429/